(11) 9.6597-8702 | contato@davincienergy.com.br
You are currently viewing 4 vantagens em utilizar o modelo de desenvolvimento de projetos ágeis

4 vantagens em utilizar o modelo de desenvolvimento de projetos ágeis

O desenvolvimento de projetos ágeis visa a adaptabilidade às alterações que podem ocorrer durante a criação de um produto, diferentemente do modelo tradicional onde só há algo palpável ao final do desenvolvimento do produto. A metodologia ágil estimula as atividades em equipe, auto-organização e principalmente foco no cliente e nas partes interessadas (stakeholders). Conheça neste artigo 4 vantagens em utilizar o modelo de desenvolvimento de projetos ágeis.

Maior rapidez nas entregas

A metodologia ágil possibilita uma entrega contínua, o que possibilita aos stakeholders acompanhar e aprovar cada uma das etapas concluídas do projeto em conjunto. Ou seja, garante que os atrasos que são comuns nos métodos tradicionais não aconteçam.

Maior independência e produtividade da equipe

Enquanto as metodologias tradicionais são recheadas de etapas e burocracias que podem confundir os envolvidos e adiar o início do projeto. O método ágil alinha uma comunicação clara com colaboração entre as pessoas envolvidas no projeto, possibilitando a equipe realizar as tratativas diretamente aos interessados, sem a necessidade de contratos e documentações longas. O start é imediato.

Bom gerenciamento do risco

Os métodos ágeis possibilitam iterações curtas, focando exclusivamente o valor e com ênfase em qualidade e entregas frequentes, possibilitando que ao detectar falhas, os stakeholders possam informar a necessidade de uma correção antes que seja disponibilizado uma versão do produto aos clientes. Ou seja, os métodos ágeis fazem com que as equipes evitem a grande maioria dos riscos encontrados nos modelos tradicionais.

Flexibilidade de Software

Com a aplicação de metodologias ágeis, é possível criar uma estrutura que seja mais flexível e adaptável às mudanças. Elas permitem otimizações e melhorias durante o processo de desenvolvimento, pois em cada etapa entregue existirá uma avaliação.

Dentre todos os métodos oferecidos pelo mercado, na Metrum utilizamos o Scrum. Ele é, atualmente, uma das metodologias mais comuns e nele as atividades são divididas em sprints, que são as atividades micro que compõem uma entrega como um todo. Ou seja, são partes integrantes de um produto final. Este framework possui papéis bem definidos, para um melhor funcionamento. São eles:

Scrum Master

É a pessoa responsável pelo processo Scrum, devendo auxiliar as equipes na aplicação do framework. O Scrum Master pode ser uma pessoa da equipe, entretanto o mais comum é que seja um líder técnico ou gerente de projetos.

Product Owner

É o membro responsável por alimentar os stakeholders, potencializando o produto, e o trabalho do time de desenvolvimento. Ele é o único responsável por gerenciar o backlog, inserindo novas funcionalidades e prioridades.

Development Team

É a equipe de desenvolvedores, auto-organizáveis e multifuncionais. Uma característica muito importante é o trabalho em equipe, todos trabalham juntos, não existe uma divisão funcional.

Fonte: https://memt.com.br/blog/?p=727